Jesus suou sangue no Getsêmani? O que realmente aconteceu?

Tempo de leitura: 3 minutos

 

Jesus suou sangue mesmo?

Muitas pessoas tem a curiosidade de saber se realmente Jesus suou sangue no dia em que foi entregue para ser morto.
Por isso, vamos analisar o que pode ter acontecido. No evangelho de lucas, no capítulo 22;44, lemos: “E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se como grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão”.

Por favor, antes de continuar sua leitura, me responda: Você é professor, pregador, evangelista, pastor, diácono ou líder, mas sente que precisa se preparar um pouco mais? Que tal adquirir conhecimento bíblico e teológico para desenvolver sua capacidade de abordar qualquer tema da bíblia, estudando Teologia no conforto de sua casa e livre de mensalidades? Se isso faz sentido para você, clique aqui para conhecer nossa proposta.

Nesta passagem vemos que Jesus estava em profunda angustia grandes aflições, de modo tal que, pediu a Deus para que tirasse aquele cálice dele, se possível fosse, segundo a vontade do Pai.Ele suava muito, e seu suor tornou-se como gotas de sangue. Mas, será que é possível alguém suar sangue? Bem, segundo a medicina esse fenômeno é chamado de Hematidrose.

O que é Hematidrose?

De forma resumida, hematidrose é um sangramento que ocorre quando pequenos vasos sanguíneos se rompem. Uma vez rompido, o sangue se mistura ao suor. A Hematidrose é um fenômeno raríssimo. A condição pode se manifestar de forma diferente em cada indivíduo.

Quais são as causas?

Os estresses físicos e psicológicos são suspeitos de causar esse fenômeno. No entanto, embora o estresse provavelmente desempenhe um papel, não pode explicar completamente esse fenômeno.

Taxas de estresse, transtornos de ansiedade e outras condições de saúde mental aumentaram nos últimos anos, porém a hematidrose não ocorreu. Isso sugere que outras anormalidades podem ser também causadoras desse sangramento.

Pessoas com história de hematidrose podem ter defeitos na derme, a camada de pele abaixo da camada externa. Este hipotético defeito da pele poderia fornecer espaço para o sangue se acumular, permitindo suar sangue.

Por se tratar de um acontecimento muito raro, é comum que os médicos não encontrem uma causa principal de hematidrose. Alguns outros estudos descobriram que os problemas do sistema nervoso podem desempenhar um papel na hematidrose.

Veja também:

  •  Formação em teologia à distância (clique aqui)
  •  Kit curso pregador – como preparar sermões (clique aqui)
  •  Preparação de Obreiros, Diáconos e Presbíteros (clique aqui)
  •  Formação de Professores e Líderes para EBD (clique aqui)
  •  Formação de Professores e Líderes Ministério Infantil (clique aqui)
  •  A prenda a memorizar a bíblia facilmente (clique aqui)

O sangramento em Jesus

No caso de Jesus, o que podemos dizer é que ele foi submetido a um estresse físico e psicológico fora do comum, extremamente elevado. Seu corpo sofria muitas contrações e abatimentos generalizados, o que pode ter contribuído para dilatações dos vasos capilares. Numa condição como a de Jesus esses vasos se romperiam facilmente.

Poderíamos concluir que esse sangramento ocorrido em Jesus, foi a soma de todas as pressões, ansiedades, agonias, tristezas, estresses e abatimentos antecipados. Ele já podia sentir as dores mesmo antes de ser entregue, mesmo antes das chicotadas. Portanto, não há porque duvidar de que Jesus suou sangue.

Preparações

Se você precisa se desenvolver mais no estudo da Palavra, e ter a capacidade de falar de qualquer tema da bíblia sem nenhum problema; se você deseja levar seu conhecimento ao próximo nível, estudando no conforto de sua casa, então saiba como garantir sua vaga no curso Formação em Teologia sem mensalidadesClique aqui para saber!

Comments

comments